18 set 2017
0

Não terceirize a sua felicidade | Sobre auto-responsabilidade

Quantas vezes você já colocou a culpa em alguém ou alguma coisa por não estar feliz? Pode ser o emprego que anda te estressando, aquele boy/girl que não está nem aí para você, a sua família que não te entende, ou mesmo, a falta de dinheiro que não te permite fazer as coisas que gostaria…

auto-responsabilidade

Sobre auto-responsabilidade – Imagem Pinterest

Não importa! O fato é que, quando diz que não está feliz por causa de outra pessoa ou situação, você tira de si uma função muito importante: ser responsável pela sua própria felicidade.

É comum que a gente acredite que o problema está sempre no outro, porque o ego não nos permite tomar pra gente a culpa pela qual as coisas que acontecem. Mas temos que entender a importância dessa auto-responsabilidade com a nossa vida.

Ao dizer que as pessoas é que transformam os nossos dias em algo ruim (ou bom), fazemos com que a gente se torne indefesos por tudo o que ocorre conosco. E não é bem assim. Podem até existir seres humanos péssimos em nosso círculo e momentos desagradáveis, mas temos que entender que tudo são escolhas. Nós é que escolhemos estar no trabalho que estamos, conviver com as pessoas com as quais convivemos, morar no país onde moramos, nos relacionar amorosamente com tal cara/mulher…

Outro ponto é que, ao afirmar que os outros escolhem o nosso status (feliz ou triste), tiramos da gente a opção de transformar a situação em algo melhor, ou seja, novamente falo de auto-responsabilidade. Se isso tudo não está bom, é preciso questionar: o que estamos fazendo para mudar?

Para alcançarmos a plenitude, é necessário tomar as rédeas de nossas vidas e ser autores de nossa história. No começo pode parecer estranho e difícil, mas não há nada mais libertador do que perceber que você é a única pessoa responsável por resolver a sua própria vida. Você pode fazer o que quiser, não é mesmo? Desde que seja para o seu bem e que não cause mal aos outros (até porque tudo o que fazemos retorna pra gente). Isso é liberdade… 🙂

auto-responsabilidade

De agora em diante, desejo que, sempre que estivermos em uma circunstância complicada, que a gente pense nas seguintes questões?

  • Como estou me sentindo? Estou infeliz? Se sim, por quê?
  • Por que deixei que chegasse nesse ponto?
  • O que posso fazer para mudar? Voltar atrás? Ir em frente? Mudar de faculdade? De emprego? De casa?

Responder a essas perguntas já nos dará um “norte” e nos recolocará em nosso verdadeiro papel diante da vida e mais, não sobrecarregaremos os outros ao acreditar que eles têm a função de nos fazer feliz. Cada um já tem que se preocupar com a própria felicidade. Seria muito pesado ter que se responsabilizar pela felicidade alheia. Concorda? 🙂

Comente
15 set 2017
0

Inspire-se para montar os looks do Rock in Rio

O Rock in Rio começa neste fim de semana e vão ter shows incríveis, como Maroon 5, Red Hot Chili Peppers, Justin Timberlake, Johnny Hooker, Liniker, Bon Jovi, The Who, Incubus e Guns n’ Roses. Se você não vê a hora de curtir todos eles, não deixe de escolher um look especial para aproveitar de forma confortável e estilosa. Para isso, selecionei algumas produções abaixo para te inspirar:

look rock in rio

Lembrando que, mesmo que nas fotos tenha sapatos com salto, sugiro que vocês usem sem salto, pois nesses shows a gente fica muito tempo em pé, o chão nem sempre é retinho, pode ter rampas e escadas, etc. Então, opte por calçados com muito conforto, como tênis e botas. E lembre-se de não usar sapatos novos, pois esses a gente nunca sabe se vão machucar, né?

Outra coisa indicada é que, você leve uma bolsinha, pochete ou outro tipo de bolsa que fique bem junto ao corpo e que tenha fechos para evitar que sejam roubados e que comportem o básico que vocês necessitam para permanecer no show, como documentos, dinheiro, cartões e algumas outras coisinhas que a gente sempre leva. Evite os excessos.

Nas produções, camisas de bandas são sempre bem-vindas, pecas em jeans e malha também. Vale ainda levar uma jaqueta para evitar passar frio. Pode até amarrá-la na cintura, está em alta mesmo. 🙂

Em relação aos acessórios, há alguns que deixam o look estiloso instantaneamente, como bandanas, óculos escuros e chokers. Vale a pena investir em alguns deles para dar uma cara de “festival” à produção.

O boné ou chapéu ganha destaque à parte, pois, além de estilo, ele vai conferir produção, já que você pode passar muitas horas debaixo do sol. Então, não deixe de ter um à mão para não ter queimaduras solares indesejadas.

Gostou das dicas? Tem mais alguma para dividir com quem também vai ao Rock in Rio? Deixe nos comentários! 🙂

Comente
12 set 2017
0

Você sabe o que é Ayurveda e como ela pode ajudar no seu bem-estar?

Se você não sabe o que é Ayurveda, não se preocupe. Há uns dois meses eu também não fazia ideia do que era isso. Descobri, por acaso, ao ver um vídeo da Paula Abreu do Escolha Sua Vida no Youtube (se não conhece, depois de ler esse post até o final, faça sua inscrição nesse canal maravilhoso! 😀 ).

Trata-se de uma medicina tradicional da Índia, de mais de cinco mil anos, que tem como premissa estabelecer o equilíbrio do corpo por meio de uma alimentação saudável, atividade física, exercícios para a mente e desenvolvimento da espiritualidade.

ayurveda

Na China, também usam a denominação “Ayurveda” para um tipo de medicina da região, que tem muitas semelhanças com a indiana, mas também, algumas diferenças. Entre elas, os remédios naturais desenvolvidos nas duas terras que possuem climas, solos e flora diferentes, o que impacta diretamente no que é produzido para tratar as doenças nos dois locais.

O médico 

Quando você se trata com um médico especializado neste tipo de medicina, ele irá analisar todo o seu estilo de vida; ouvir seu pulso, que tem 12 pontos a serem avaliados; vai ver a aparência da pele, dos lábios, das unhas e dos olhos; e ainda, identificará o seu dosha (whaaaaat? Calma que explicarei o que é isso no próximo tópico).

O que é Dosha e qual é o seu?

Para a Ayurveda, tudo no mundo é composto pelos cinco elementos: ar, água, fogo, terra e espaço (não, não tem coração e nem “Vaaai, Planeta!”). Combinados, eles formam os três doshas:Vata, Kapha e Pitta, que são tipos metabólicos e que cada pessoa tem o seu, com suas diferenças individuais. Veja as descrições:

“O dosha Vata é uma combinação de espaço e de ar. Ele controla o movimento e é responsável por processos corporais básicos, tais como a divisão celular respiração e circulação. Áreas do corpo Vata são o intestino grosso, pélvis, ossos, pele, orelhas e coxas. Pessoas com vata como seu dosha principal se acredita serem de raciocínio rápido, fino e rápido, e são suscetíveis à ansiedade, a pele seca e constipação. 

O dosha Kapha representa os elementos da água e da terra. Kapha se crê ser responsável pela força, o crescimento de imunidade. Áreas do corpo Kapha são o peito, pulmões, e fluido espinal. Pessoas com kapha como seu dosha principal são pensados para ter calma, ter um quadro de corpo sólido, e são suscetíveis à obesidade, diabetes, congestão nasal e problemas de vesícula. 

O dosha Pitta combina fogo e água. Pensa-se nele para controlar as hormônios e o sistema digestivo. Áreas do corpo Pitta são o intestino delgado, estômago, glândulas sudoríparas, a pele, o sangue e os olhos. Pessoas com Pitta como seu dosha principal são pensados para terem uma personalidade impetuosa, pele oleosa, e são suscetíveis a doenças do coração, úlceras estomacais, inflamações, azia e artrite.” – Fonte: Práticas Alternativas

FAÇA O TESTE E DESCUBRA QUAL É O SEU DOSHA

ayurveda

Se o seu dosha estiver desequilibrado, você pode ter problemas de saúde, psicológicos e em seu bem-estar em geral. Por isso, pode ser indicado fazer uma alimentação direcionada para o seu tipo (vata, kapha ou pitta), ioga, meditação, exercícios, massagens e outros tratamentos alternativos.

Interessou pelo assunto? Consulte um médico que seja especializado nessa medicina alternativa para te orientar e verificar se há equilíbrio em seu dosha e o que você pode fazer em sua rotina. Lembrando que, esse tratamento não exclui a medicina convencional, mas pode te ajudar a não precisar dela, já que, tratando a mente, o corpo e o espírito, ficamos menos suscetíveis a doenças.

Comente
Pages: 1 2 3

DONA ONÇA é um blog pessoal, que fala de assuntos diversos como moda, beleza, comportamento, fitness, viagens, gastronomia e etc.

Todas as imagens que aparecem no site são de autoria própria, ou reproduções de outros sites e o BLOG DONA ONÇA não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no DONA ONÇA favor entre em contato e ela será prontamente removida.

1 2 3