18 set 2017
0

Não terceirize a sua felicidade | Sobre auto-responsabilidade

Quantas vezes você já colocou a culpa em alguém ou alguma coisa por não estar feliz? Pode ser o emprego que anda te estressando, aquele boy/girl que não está nem aí para você, a sua família que não te entende, ou mesmo, a falta de dinheiro que não te permite fazer as coisas que gostaria…

auto-responsabilidade

Sobre auto-responsabilidade – Imagem Pinterest

Não importa! O fato é que, quando diz que não está feliz por causa de outra pessoa ou situação, você tira de si uma função muito importante: ser responsável pela sua própria felicidade.

É comum que a gente acredite que o problema está sempre no outro, porque o ego não nos permite tomar pra gente a culpa pela qual as coisas que acontecem. Mas temos que entender a importância dessa auto-responsabilidade com a nossa vida.

Ao dizer que as pessoas é que transformam os nossos dias em algo ruim (ou bom), fazemos com que a gente se torne indefesos por tudo o que ocorre conosco. E não é bem assim. Podem até existir seres humanos péssimos em nosso círculo e momentos desagradáveis, mas temos que entender que tudo são escolhas. Nós é que escolhemos estar no trabalho que estamos, conviver com as pessoas com as quais convivemos, morar no país onde moramos, nos relacionar amorosamente com tal cara/mulher…

Outro ponto é que, ao afirmar que os outros escolhem o nosso status (feliz ou triste), tiramos da gente a opção de transformar a situação em algo melhor, ou seja, novamente falo de auto-responsabilidade. Se isso tudo não está bom, é preciso questionar: o que estamos fazendo para mudar?

Para alcançarmos a plenitude, é necessário tomar as rédeas de nossas vidas e ser autores de nossa história. No começo pode parecer estranho e difícil, mas não há nada mais libertador do que perceber que você é a única pessoa responsável por resolver a sua própria vida. Você pode fazer o que quiser, não é mesmo? Desde que seja para o seu bem e que não cause mal aos outros (até porque tudo o que fazemos retorna pra gente). Isso é liberdade… 🙂

auto-responsabilidade

De agora em diante, desejo que, sempre que estivermos em uma circunstância complicada, que a gente pense nas seguintes questões?

  • Como estou me sentindo? Estou infeliz? Se sim, por quê?
  • Por que deixei que chegasse nesse ponto?
  • O que posso fazer para mudar? Voltar atrás? Ir em frente? Mudar de faculdade? De emprego? De casa?

Responder a essas perguntas já nos dará um “norte” e nos recolocará em nosso verdadeiro papel diante da vida e mais, não sobrecarregaremos os outros ao acreditar que eles têm a função de nos fazer feliz. Cada um já tem que se preocupar com a própria felicidade. Seria muito pesado ter que se responsabilizar pela felicidade alheia. Concorda? 🙂

Deixe o seu comentário!

sem Comentários

DONA ONÇA é um blog pessoal, que fala de assuntos diversos como moda, comportamento, cutura, etc.

Todas as imagens que aparecem no site são de autoria própria, ou reproduções de outros sites e DONA ONÇA não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no DONA ONÇA favor entre em contato e ela será prontamente removida.