27 jun 2017
0

Dicas para descobrir a sua verdadeira vocação

Qual a sua missão no mundo? Por que você está aqui? Qual é a sua vocação? Difícil responder a essas perguntas, né? Eu sei. Isso acontece porque passamos boa parte da vida sem questionar quem realmente somos e o porquê de estarmos nesse planeta.

dicas para descobrir sua verdadeira vocação

Na escola, dizem que temos que aprender português, matemática, geografia e, mesmo não gostando de alguma matéria, somos forçados a aprender e a tirar notas acima da média para sermos aprovados. Se eu acho isso errado? Não necessariamente. Saber um pouco de tudo é bom, mas deveríamos ter um tempo para focar no autoconhecimento. Isso evitaria escolhas erradas no vestibular e anos e anos de insatisfação, se sentindo como um peixe fora d’água.

Falando sobre a minha experiência, não posso afirmar que sei com certeza qual é a minha missão, mas aprendi a identificar quais são os meus pontos fortes, o que sei fazer de melhor e, principalmente, o que me deixa feliz. Por isso, resolvi escrever este post para contar o que funcionou comigo e que pode dar certo para você também. Veja abaixo algumas dicas:

1) Livros de autoconhecimento

Sempre gostei de ler obras de autoajuda que tinham como objetivo me ajudar a me conhecer melhor. Então, uma vez uma amiga me indicou o “O Óbvio que Ignoramos“. Este livro de Jacob Petry me fez refletir sobre as coisas que eu gostava de fazer na infância e na adolescência que pareciam ser tão fáceis de fazer e divertidas que eu não as considerava como uma vocação. Mas ó, elas eram! Desde pequena tinha facilidade para escrever, me relacionar em grupos, ajudar os outros e criar histórias. A partir dessa “volta ao passado” e dessa observação, entendi que deveria trabalhar com atividades que englobassem tudo isso. Intuitivamente, acabei indo para a área de comunicação e me encontrei. Também foi nessa pegada que criei o blog.

Dizem que isso se chama “estado flow”, que é quando fazemos atividades que fluem perfeitamente e com as quais nos sentimos maravilhosamente bem, sem perceber o tempo passar.

E você, o que curtia fazer quando era jovem? O que te faz se sentir plena(o)? Muitos dos seus talentos podem ter a ver com isso;

2) Testes vocacionais

Perto da época do vestibular, fazia vários testes vocacionais para tentar me descobrir. Todos eles davam algum curso de Comunicação. Isso me dava um norte para buscar um trabalho de acordo com a minha personalidade. E o bom é que, dá para fazer testes online, com psicólogos, nas escolas, etc;

3) Pergunte os familiares e amigos

Às vezes, é complicado descobrir por si mesmo os seus dons. Por isso, vale perguntar os familiares e amigos próximos (e confiáveis) quais são as atividades em que você se dá bem. Eles podem ser a luz no fim do túnel que faltava;

4) Meditação

Andamos tão agitados e com a agenda lotada que não conseguimos fazer um minuto de pausa para ficar sem pensar em nada e é justamente esse tempinho vago que pode nos ajudar em nosso autoconhecimento. Toda vez que você fica introspectiva(o) consegue se conectar com o seu “eu interior”, relaxar a mente e entender melhor como você é de verdade. Reserve uns minutinhos diários para essa prática. Só vai te fazer bem!

5) Experimente o novo

Viaje, faça cursos, conheça gente… Enfim, saia do lugar comum! Conviver com o novo vai abrir sua cabeça, fazendo com que se aproxime de coisas que possam ter a ver com a sua vocação. Manter-se sempre alerta para o aprendizado é fundamental!

Deixe o seu comentário!

sem Comentários

DONA ONÇA é um blog pessoal, que fala de assuntos diversos como moda, comportamento, cutura, etc.

Todas as imagens que aparecem no site são de autoria própria, ou reproduções de outros sites e DONA ONÇA não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no DONA ONÇA favor entre em contato e ela será prontamente removida.