9 out 2014
0

Será que “deixo a vida me levar”? Vida leva eu…

Se tem uma pessoa que sempre foi contra o discurso “deixa a vida me levar”, essa pessoa sou eu. Sempre acreditei que a gente tivesse a obrigação de correr atrás de tudo o que deseja e achava injusto quando diziam que tinha que ser passiva, que o que era para ser meu viria à minha mão.

Só que chega uma hora em  que lutamos tanto pelas coisas, movemos mundos e fundos para fazer acontecer, tentamos convencer pessoas, gastamos saliva, suor e lágrimas, respiramos pelos nossos sonhos e planos que…a gente cansa. É, cansa.

deixa a vida me levar

Dá uma vontadezinha de ficar vendo a vida passar no alto de uma montanha, com uma música de fundo, vento na cara e um pôr-do sol lindo. Enquanto isso, a vida se resolveria sozinha. Os problemas tomariam os rumos das suas respectivas soluções, os nós virariam laços e tudo mais ficaria bem. Assim, num piscar de olhos ou num bater de asas.

Não sei até quando vou conseguir ficar nessa, de deixar tudo se resolver “sozinho”, como tem que ser. Até porque não sou nada acomodada. Mas tem hora que a gente precisa parar, respirar, relaxar e ver que nem tudo está em nossas mãos. E esse é o meu momento.

“O que tem de ser, tem muita força. Ninguém precisa se assustar com a distância, os afastamentos que acontecem. Tudo volta! E voltam mais bonitas, mais maduras, voltam quando tem de voltar, voltam quando é pra ser. Acontece que entre o ainda-não-é-hora e nossa-hora-chegou, muita gente se perde. Não se perca, viu?” – Caio Fernando Abreu – 

Deixe o seu comentário!

sem Comentários

DONA ONÇA é um blog pessoal, que fala de assuntos diversos como moda, comportamento, cutura, etc.

Todas as imagens que aparecem no site são de autoria própria, ou reproduções de outros sites e DONA ONÇA não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no DONA ONÇA favor entre em contato e ela será prontamente removida.