2 jun 2014
0

O que aconteceu com o amor?

Olho para um lado e vejo mulheres lindas, divertidas, com um papo inteligente na mesa de um bar. Do outro, homens gatos comentando sobre algum assunto sério, que não consegui distinguir devido à distância.

Então, me veio um pensamento à mente: porque essas pessoas estão sozinhas, gente? Parecem tão interessantes e estão aí, aparentemente, sem alguém.

Será porque preferem cuidar da carreira e dos estudos? Ou porque gostam mais de curtir a vida com familiares e amigos? Será que estamos exigentes demais? Ou será que tudo está fácil demais?

texto

Vira-e-mexe eu converso com pessoas do público feminino e masculino sobre esses assuntos e pergunto “O que aconteceu com o amor, gente?”. Antes existia aquela mágica da conquista, do primeiro beijo, do início de namoro… E até o pé-na-bunda era mais lógico.

Hoje em dia, você conhece a pessoa, não curte e, muitas vezes, nem dá uma segunda chance para ver se era só uma primeira impressão ruim e já vai logo procurar outro(a) no Tinder.

Nas festas isso não é diferente. Me digam, até quando vai ter gente achando que é só chegar-chegando, sem nem perguntar o nome? Não tem Carnaval o ano inteiro não, meu povo! O que custa conhecer o outro e saber mais da vida dele?

Ok, algumas coisas melhoraram com o tempo. Atualmente a gente não precisa mais dormir ao lado do telefone esperando ligações no dia seguinte, que nem sempre aconteciam, diga-se de passagem. Basta ver se ele ou ela estão online no Whatsapp que já dá pra ter uma noção se vai mandar mensagem ou não.

Também está mais fácil conseguir o contato daquele vizinho que mudou na semana passada. Basta um pouquinho de observação e plim! Já achou o perfil dele no Facebook.

Sei que, não faço ideia se com vocês também é assim, mas estou achando tudo superficial demais. Beija-se muito fácil e descarta-se mais facilmente ainda. O “felizes para sempre” não é mais tão “para sempre” assim. Que dirá o “até que a morte nos separe”.

Por um lado, isso é ótimo! Lembra do tanto de casais antigos infelizes porque não podiam se separar devido a questões sociais? Isso deixava a casa mais triste.

Já por outro, é estranho. Chega um momento que você quer alguém de verdade, para construir uma vida junto e planejar os sonhos ao seu lado. Mas cade essa pessoa?

Por isso eu volto às perguntas, o problema está conosco? Ou é um comportamento geral? Concluo que os lugares estão cheios de pessoas querendo se encontrar, no entanto, estão todos perdidos.

Sabemos demais, estudamos mais do que nossos pais e avós, temos carreiras bem sucedidas ou, pelo menos, estamos em busca disso, mas não entendemos o básico: os nossos sentimentos e como nos relacionarmos com os outros.

Não quero responder nada com esse texto e nem quero que você responda. Apenas quero propor uma discussão para que todos possam refletir juntos. O que aconteceu com o amor?

Deixe o seu comentário!

sem Comentários

DONA ONÇA é um blog pessoal, que fala de assuntos diversos como moda, comportamento, cutura, etc.

Todas as imagens que aparecem no site são de autoria própria, ou reproduções de outros sites e DONA ONÇA não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no DONA ONÇA favor entre em contato e ela será prontamente removida.