25 abr 2014
0

Há quanto tempo você não dedica uma parte do dia para você?

Se está solteira, vão perguntar porque não namora. Se arruma um namorado, já vem logo um perguntar quando será o casamento. Quando casar, pode esperar pela pergunta sobre filhos. E por aí vai.

A sociedade nos cobra o tempo todo em todas as áreas de nossas vidas. Somos obrigadas a decidir o que queremos ser sem nem ao menos saber quem somos direito. Quem teve boas condições de vida fez inglês, espanhol, Taekwondo, estudou nas melhores escolas, viajou pelo mundo e mais uma porção de coisas, mas se pedem em uma entrevista para que defina a sua personalidade, a pessoa trava. 

E quem não teve tantas oportunidades assim também sofre. Talvez até mais, já que a cada dia enfrenta a pressão para ter algo e ser alguém quase que inalcançáveis com tanta desigualdade nesse “Brasilzão”.

Também somos cobradas a estar sempre lindas, impecáveis, bem-sucedidas e jovens. Como se o tempo não passasse para todos e as tarefas do dia a dia não sugassem a nossa energia.

pressão sociedade

E aí a gente chega nessa casa dos 20 e alguns anos, como estou, e se pergunta: e agora? Qual é o caminho certo? Aliás, existe caminho certo? O legal é casar e ter filhos? Ou se preocupar com a vida profissional? E viajar pelo mundo, é uma boa?

Enfim, são inúmeras perguntas que surgem o tempo todo, sem parar. E a única conclusão que eu chego é que não existe resposta certa. Não existem regras. Esse tempo todo que passamos sem saber direito que rumo tomar serve para o nosso autoconhecimento.

Quanto mais a gente se questiona, mais entendemos os nosso valores e desejos e assim, podemos traçar objetivos e metas.

Às vezes é bom esquecer um pouco a opinião alheia, ficar off e pensar em quem realmente somos e nos tornamos. Passamos tanto tempo conversando no Whatsapp, postando no Facebook, saindo para baladas, com informações sobre o trânsito, tempo, celebridades, política, esporte que, não temos uma pausa para entender os nossos anseios.

Antes parecia tão fácil responder àquela pergunta “o que você quer ser quando crescer?” e hoje, é quase impossível prever o que queremos para os próximos 5 anos.

Proponho então um fim de semana de reflexão pra gente tentar se entender melhor. Isso ajudará a definir prioridades e quem sabe, a fazer planos para um futuro próximo, conhecer melhor a nossa personalidade e estilo.

Há quanto tempo você não dedica uma parte do dia para você mesma? 😉

Deixe o seu comentário!

sem Comentários

DONA ONÇA é um blog pessoal, que fala de assuntos diversos como moda, comportamento, cutura, etc.

Todas as imagens que aparecem no site são de autoria própria, ou reproduções de outros sites e DONA ONÇA não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no DONA ONÇA favor entre em contato e ela será prontamente removida.