28 mar 2014
1

Você também sofre da “neura da beleza”?

Sabe a ‘neura da limpeza’? Às vezes sofremos com a ‘neura da beleza’. Referente à nossa aparência, claro.

Que atire a primeira pedra quem nunca ficou super preocupada com o que as pessoas iam pensar da sua produção em um evento! A gente fica neurada com os mínimos detalhes. É um frizz no cabelo, um roxo no joelho, um brinco dourado que não combina com os outros acessórios…

O que nós esquecemos é que, muitas vezes as pessoas estão tão, mas tão preocupadas com elas mesmas que mal vão reparar nesses itens mínimos no seu visual.

neura da beleza

E pensar que essas preocupações já fizeram tanta gente desistir de ir em alguma festa, de tirar fotos para guardar de lembrança, ou mesmo, de aproveitar o momento porque estavam incomodadas demais para curtir.

Sabe o que as pessoas realmente notam? O seu sorriso aberto, o seu brilho nos olhos, o jeito com que as trata, o abraço caloroso que deixa um cheirinho bom… O resto faz diferença sim. Não serei hipócrita de dizer que ninguém repara na nossa aparência. Todo mundo olha. Isso é natural do ser humano. E é claro que alguns têm aquela mania chata de olhar de cima a baixo. Mas, quer saber? No fundo, quem percebe os defeitinhos é só a gente. 

Nós estamos na nossa pele 24 horas, 07 dias da semana, desde um momento chamado sempre. Por isso temos tempo suficiente para reparar tudo o que há de errado! Vemos imperfeição até onde não há. Aí, a gente, “muito esperta”, comenta com um e com o outro: “ah, meu cabelo não tá bom”, “nem tive tempo de fazer as unhas”, acredita que esse vestido é velho?”. O que acontece? As pessoas que nem tinham notado nada de errado vão começar a reparar. Sabe como isso se chama? Autossabotagem! 

Então, da próxima vez que for sair de casa e estiver com vontade de enfiar a cabeça na terra igual um avestruz, lembre-se disso: o ser humano é egoísta (é sim!) e estará mais voltado para a sua própria aparência do que para a dos outros.

Se arrume. Fique linda. Tire fotos. Agradeça pelos elogios que recebe. E esqueça daquilo que ninguém percebe, só você.

A vida é curta demais pra gente se preocupar com coisas mínimas. E, no final, o que vale é ter experiências pra contar. 

Deixe o seu comentário!

1 Comentário

DONA ONÇA é um blog pessoal, que fala de assuntos diversos como moda, comportamento, cutura, etc.

Todas as imagens que aparecem no site são de autoria própria, ou reproduções de outros sites e DONA ONÇA não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no DONA ONÇA favor entre em contato e ela será prontamente removida.