24 nov 2011
2

Ótimo resultado na moda e na vida!

O Minas Trend Preview Inverno 2012 levou para a passarela a tendência do artesanato. Ela está ligada ao cuidado e ao zelo, sendo este o ato de fazer acabamentos únicos, misturando sentimentos e habilidades que se transformam em encantadores trabalhos. A idéia foi apresentada de uma forma elegante com saias com comprimentos até o joelho, alfaiataria e cores neutras.

Para quem não curte muito a linha do artesanato, mas está com aquela ‘vontadezinha fashion’ de experimentar pra ver como fica ( sabe como?) pode começar por peças com pinceladas deste encanto, como mangas trabalhadas, golas bordadas, pequenos detalhes perto dos botões, broches que seguem esta direção, echarpes com a barra trabalhada e tantos outros detalhes que por serem pequeninos vão  encorajando a ousar mais.

Com a intenção de quebrar um pouco a veia interiorana ele pode ser misturado a transparências, tecidos finos (cetim, tafetá) e à própria alfaiataria.  Cinturas bem marcadas enfatizam as curvas e ajudam a transmitir a idéia de ‘mulher poderosa’ (entende?) e não de menininha delicada, que na maioria das vezes está ligada aos trabalhos manuais. 

 

O bacana dessa técnica é que possui texturas devido a sobreposição de linhas o que é ótimo para acrescentar informação ao look, servindo até mesmo de complemento ao invés dos acessórios.  Fazer ‘um diálogo’  entre 2 ou mais  trabalhos, pode dar certo se ficar atenta às proporções entre os pontos, espessuras das linhas, e cores. Acho interessante sobrepor trabalhos na mesma  cor ou fazer um degradê  quando a mistura for de 3 tons.

Imagina  que lindo uma saia lápis que tenha 3 tipos de trabalhos  feitos em pontos variados em todo seu comprimento,  mesclada com uma blusa de cetim  soltinha e  com os ombros à amostra, ou, uma camisa de alfaiataria com  trabalhos  na gola com um blazer  que também tenha lapela trabalhada com tipos diferentes de artesanatos, arrematada com uma calça jeans e salto alto.

A beleza do artesanato está intimamente ligada às curvinhas e torções que a linha, de boa qualidade e que por isso não arrebenta, faz para chegar ao resultado final. Assim como ela, muitas vezes também precisamos, fazer algumas curvas, desvios, dar alguns ‘pulinhos’, contornar alguns obstáculos  e se tivermos a mesma ‘qualidade’  (lê-se caráter, honestidade, entre outras), teremos um resultado final tão lindo quanto o dela!

Post escrito pela Camila Fernandes – @cacff

 

Comente
23 nov 2011
6

Brilhe por aí!

O brilho têm passe livre nessa temporada primavera/verão. Circula tanto durante o dia quanto à noite e está presente em tudo: roupas, acessórios, calçados… 

Os materiais “brilhantes” são bem variados, indo de aplicações de paetês e glitter até aos tecidos metalizados.

 

Como usar?

Mesmo com a “licença” para uso a qualquer hora do dia, há algumas dicas que podem ajudar a render looks mais interessantes ao apostar no brilho.

À luz do Sol, é indicado usar peças brilhantes com moderação como em uma blusa ou em algum detalhe. Misturá-las com tecidos de algodão ou jeans, fazendo a linha “hi-lo“, também é uma boa opção.

– Já para sair na night, um vestido bem glamouroso ou uma peça combinada a outras feitas com seda ou musseline prometem uma produção poderosa! 

– Outra dica para você que gosta de um brilhinho é usá-lo apenas nas partes do corpo que você gostaria de evidenciar. Por exemplo, se tem quadril largo, mas, em contrapartida, tem pouco seio, vá de brilho na parte de cima e vice-e-versa. 

Viram que não tem muito mistério? 😉

 

 

Comente
22 nov 2011
22

Depois dos braceletes duplos…

Já falei aqui sobre os braceletes duplos, né? Pois a moda agora é usar tornozeleiras iguais ou ankle cuffs também:

Será que pega?

Bom, não sou de dizer não para quase nenhuma moda, pois, primeiro a gente estranha, depois acostuma com a proposta e, por fim, já quer usar igual (ou não). Então, para não pagar língua, prefiro absorver a ideia antes de dizer qualquer coisa.

Fato é que é um acessório bem feminino! Nas minhas pesquisas para escrever esse post acabei lendo algumas curiosidades interessantes. As tornozeleiras, que são o assunto da vez, eram usadas na antiguidade por indianas e árabes, pois era/é um costume enfeitar bastante as mulheres nessas regiões. Isso foi se difundindo pelo mundo e, volta e meia, esse acessório retorna à cena.

Fiquei sabendo também qual o significado de presentear alguém com uma tornozeleira: dizer a ela que você a segue por onde for. Interessante, não? Vou prestar mais atenção nos possíveis  significados dos presentes que eu der daqui para frente. 😀

Como usar

Não há muito mistério. Basta investir na peça que tenha mais a ver com o seu estilo. Por exemplo, se você é moderna, pode apostar em acessórios metálicos. Mas se gostar de pedrarias, o ideal é escolher um par que tenha aplicações.

Outra observação importante no uso de “tornozeleiras duplas” é que elas formam uma linha horizontal, “delimitando” até onde irão, visualmente as suas pernas. Isso pode achatar a silhueta como fazem as sandálias que tem tiras no tornozelo. Para “reduzir o impacto”, experimente usar esses acessórios duplos com shorts, saias ou vestidos mais curtos ou com outros elementos que possam alongar como as listras finas verticais. 

E então, o que acharam?

 

 

Comente
Pages: 1 2 3 4 5 6 7 ... 11 12

DONA ONÇA é um blog pessoal, que fala de assuntos diversos como moda, comportamento, cutura, etc.

Todas as imagens que aparecem no site são de autoria própria, ou reproduções de outros sites e DONA ONÇA não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no DONA ONÇA favor entre em contato e ela será prontamente removida.

1 2 3 4 5 6 12