16 mar 2011
1

Dona Onça Entrevista: Bárbara Luiza Oliveira

Todo mundo vê as roupas nas vitrines e passarelas, mas nem todos sabem como as coleções são feitas, como é o processo de criação ou mesmo de onde vêm as tendências. Assim, o post de hoje é uma entrevista feita com a Bárbara Luiza Oliveira, estilista da marca DTA. Na entrevista, ela conta um pouco a respeito desses assuntos e muito mais. Vamos ver?

Foto: Divulgação

1)      Como é feita uma coleção?

Uma coleção nasce de uma somatória de resultados, boas ideias, muita pesquisa e principalmente de um grande princípio: Quem você é? Aonde quer chegar?O que desejam seus consumidores?

2)      Como é o processo de criação das peças?

Feito tudo o que relatei na pergunta anterior e sabendo exatamente o que se quer, a primeira coisa a fazer é tomar a decisão do tamanho da coleção, é o que chamamos de montagem do script, é nele que decidimos as linhas de produto, por exemplo: Linha balneário, linha noite, linha casual, linha jeanswear, linha festa e outras. Então quando são decididas todas as linhas de produtos, partimos para a compra dos tecidos, aviamentos, adornos, definições de estampas e cores, etc. escolhidos e depois para a criação das peças que têm a ver com a estação e principalmente com a marca trabalhada.

Foto: Divulgação

3)      Por que é importante fazer a pesquisa de tendências no exterior?

Vivemos de forma globalizada e as publicações de moda (revistas, sites especializados) chegam em tempo real e todos podem ter acesso. O novo gera desejo de consumo, então precisamos ver de perto o que está acontecendo lá fora para atender o desejo coletivo dos nossos consumidores

4)      Qual é a influência das grandes grifes (Dior, D&G, Chanel, Miu Miu, YVS, Armani…)?

Grandes marcas consagradas tais como: PRADA, Gucci, Chanel e Dior carregam no seu DNA, anos e anos de bons resultados, de imagens de bons desfiles, nomes de grandes estilistas à frente delas e toda essa positividade é ainda agregada ao luxo, isso faz com que cada lançamento tenha destaque diferenciado.

5)      Quem são os grandes “lançadores” de tendências?

A cada estação são desfiladas mais de 800 marcas, isso entre as semanas de moda de Paris, New York, Milão, Londres e do Brasil. As coleções de melhor resultado entre shape, styling, casting, beleza e proposta fotografadas e divulgadas, principalmente, pelos diretores das revistas de maior importância no país são decodificadas e legendadas, e conseguem despertar o desejo e geram força de consumo, é o start da grande cadeia lançadora de tendências.

6)      Como essas tendências são trazidas e adaptadas para a moda brasileira?

Em pleno século 21 a mídia divulga imagens em tempo real e o mundo parece cada vez menor. O mundo globalizado favorece o conhecimento e as viagens são cada vez mais acessíveis. Porém, hoje, as pessoas cuidam de conhecer tudo o que divulgado no mundo fashion, no entanto elas estão atrás não só da moda, mas do estilo. Com tantos desfiles acontecendo a cada estação, uma profusão de imagens invade as revistas e sites especializados e com isso já não acreditamos em um só rumo, uma só verdade fashion, mas sim em várias possibilidades e em grandes ideias. A moda está cada vez mais democrática e o discernimento é o que nos direciona nas nossas escolhas.

7)      O que/quem são as It Girls e por que são tão importantes?

Estilo, bom gosto e muita atitude são atributos que destacam as It Girls. Exatamente por possuírem um estilo diferenciado, elas são observadas, fotografadas e claro, são destaque na mídia especializada. Elas se tornam referencia e acabam influenciando a moda com seus looks, às vezes baseados nas passarelas e em outros momentos, fazem suas produções e acabam lançando propostas que são seguidas por aqueles que as observam.

8)      O que você acha das criações brasileiras?

Acho que com a organização do calendário de lançamentos a moda brasileira passou a ter maior visibilidade no mercado mundial, no entanto não podemos confundir moda brasileira com folclore ou regionalismo. Acho o Brasil fantástico, um país belíssimo, com seus oito mil quilômetros de inspiradoras praias, temos sol o ano inteiro iluminando o nosso país e acredito que aqui é um grande lugar para despontar as mais belas criações na moda mundial.

9)      E o que você acha/pensa dos eventos de moda que acontecem no Brasil (SPFW, RJFW, Oi Fashion Tour, Minastrend Preview)?

Há 15 anos, desde que Paulo Borges organizou e criou o SPFW, o Brasil passou a ser destaque no cenário da moda mundial. Os eventos de lançamento de moda são importantíssimos para organizar o setor, alinhando lançamentos de tecidos e aviamentos com as coleções.

Para as editoras de revistas, blogueiros e mídia especializada, os eventos de lançamento das coleções possibilitam programar, escolher e definir as imagens da estação com precisão. E para nós, estilistas, foi excelente, pois tais eventos colocam o Brasil no cenário da moda mundial, trazendo visibilidade, compradores e revelando um país que também produz roupas incríveis, gera emprego e que não é só bom de bola, mas também bom de moda.

Por Larissa Oliveira Pimentel

Mini-currículo:

Bárbara Luiza Oliveira é estilista da marca brasileira DTA. Formada pela UEMG – Universidade Estadual de Minas Gerais – está à frente das coleções femininas da DTA por mais de 15 anos e confessa ser uma apaixonada pelo universo jeanswear.

Obrigada, Bárbara! Obrigada, Larissa!

Adorei a entrevista!

É sempre bom conhecer um pouco mais sobre o mundo da moda!

E vocês? O que acharam?

Beijo!

Post's relacionados

Deixe o seu comentário!

1 Comentário

  1. Livia disse:

    Oi Carol! Nossa adorei seu comentário lá no blog! E adorei o post! Assim como a Bárbara, eu também me formei na uemg e já até trabalhei pra dta na criação de estampas. O espaço onde fica a equipe de criação é muito inspirador, cheio de painéis e referências por todos os lados e na época eu sonhava em me tornar estilista também! não deixo de ser um pouquinho já que eu faço grande parte das minhas próprias roupas né! hehe! bjos!

DONA ONÇA é um blog pessoal, que fala de assuntos diversos como moda, comportamento, cutura, etc.

Todas as imagens que aparecem no site são de autoria própria, ou reproduções de outros sites e DONA ONÇA não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no DONA ONÇA favor entre em contato e ela será prontamente removida.